Seguro Saúde

O ponto mais importante sobre o sistema de saúde alemão é o seguro saúde. Ele é obrigatório para todos que vivem na Alemanha, independente da nacionalidade.

É preciso levar em conta que profissionais de saúde ou hospitais alemães NÃO prestam atendimento gratuito. Por isso, se você vem visitar a Alemanha como turista é necessário que contrate um seguro de saúde. Consultas médicas e internações saem muito caras se o paciente não tiver contratado um seguro de saúde e tiver que pagar pelos serviços médicos.

Se você precisar de cuidados médicos, poderá se dirigir a um clinico geral, hospital ou dentista (no caso de problemas dentários), levando a carteira do seguro e um documento de identificação pessoal. Se seu caso necessitar de atendimento especializado, o clínico encaminhará você ao especialista através de um formulário de transferência (Überweisungsschein) que você deverá apresentar ao especialista.

O tratamento médico pode ser ambulatorial ou internação hospitalar. Existem procedimentos e custos básicos que já estão previstos na cobertura dos planos de saúde. Por isso é importante esclarecer com seu médico o que está coberto pelo seguro dentro do tratamento a ser realizado. Caso exista alguma coisa que não esteja prevista na cobertura do seguro, será necessário fazer um pedido junto à seguradora e aguardar a carta confirmando que o seguro se responsabilizará pelo pagamento dos custos. No caso de internação hospitalar é fundamental ter a confirmação de que o seguro cobrirá os custos antes de qualquer procedimento.

Medicamentos

Se você precisar de medicamento, o médico vai emitir uma receita. De posse da receita, dirija-se a uma farmácia (Apotheke) para adquirir o medicamento. Você pagará uma parte do valor, sendo que essa quantia será de 5€ no mínimo e de 10€ no máximo. Para alguns medicamentos, o paciente deverá arcar completamente com os custos. Pessoas com idade abaixo de 18 anos estão isentas de pagamento. Gestantes que comprem medicamentos indicados para a gravidez também estão isentas.

Antibióticos e psicotrópicos, por exemplo, são vendidos APENAS com receita médica. Aspirina e Paracetamol podem ser comprados sem receita.